Ecossistema de startups no Brasil: Estudo de caracterização do ecossistema de empreendedorismo de alto impacto brasileiro

Accesible PDF image
Autor
Matos, Felipe;
Data
Mar 2020
A existência de um ecossistema de startups dinâmico contribui fortemente para sustentar a inovação, traz dinamismo e eficiência à produtividade dos setores industriais, facilita a difusão do conhecimento e gera maiores oportunidades de empregos de qualidade. As startups tendem a oferecer soluções a problemas emergentes, mas também criam demandas mediante o desenvolvimento de novas formas de negócios, muitas vezes para atender a problemas antigos. Com essa publicação, o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) espera contribuir com a adequada compreensão dos elementos essenciais para a conformação, fortalecimento, consolidação e expansão do ecossistema de startups do Brasil. O país tem um potencial enorme de geração de riqueza, empregos qualificados e soluções tecnológicas de adoção global a partir dos ativos presentes em seu ecossistema de startups. Esta publicação detalha duas dimenses de análise do ecossistema de startups brasileiro: os pilares estruturais e os atores principais do ecossistema de empreendedorismo que, ao atuarem de forma inter-relacionada, podem ser vetores de superação dos desafios que persistem no ecossistema. Vale destacar que a caracterização do ecossistema de startups no Brasil foi realizada entre o final de 2018 e princípios de 2019. Desde então, o ecossistema evoluiu, os números ganharam musculatura e mais startups foram alçadas à categoria de unicórnios, o que só corrobora a relevancia do tema e o dinamismo atual do setor. O estudo conclui apresentando dois desafios estruturais a serem enfrentados e dez recomendações para ações de fortalecimento do ecossistema de startups no Brasil.