As desigualdades de gênero nas cidades

Accesible PDF image
Autor
Mastellaro, Catarina;
Cardona-Papiol, Elena;
Palacios, Angie;
Ma, Xuesai;
Sven Hallin, Myles;
Mwai, Angela;
Thomas, David
Data
Mar 2020
Este documento aborda os desafios relacionados ao gênero no planejamento e governança urbanos a partir de tres perspectivas principais em relação ao acesso das mulheres ao espaço e aos recursos da cidade: serviços, acessibilidade política e econômica. Primeiro, na ausencia de um planejamento urbano sensível à eqüidade de gênero, as mulheres podem encontrar seu acesso a serviços restritos pelo acesso limitado à terra e a moradias populares devido a restriçes legais e culturais discriminatórias, um nus maior para a população. doenças devido à falta de serviços básicos adequados e mobilidade limitada devido a problemas de segurança e aos custos incorridos no uso do transporte público. Em relação à acessibilidade política, existem várias barreiras e vulnerabilidades específicas que as mulheres enfrentam na forma de discriminação baseada na desigualdade de gênero, que resulta em participação desigual da comunidade e do público e acesso limitado à informação. A desigualdade de gênero também limita o acesso das mulheres a recursos e oportunidades economicas e a possibilidade de que elas realizem todo o seu potencial no mercado de trabalho, como trabalhadoras assalariadas ou como empreendedoras. Como a urbanização geralmente no oferece os mesmos benefícios para pessoas de diferentes generos, este documento oferece recomendações práticas para os governos nacionais e locais sobre como integrar políticas de gênero ao planejamento urbano, regulamentos e governança para promover cidades inclusivas.